Quais os alimentos que podem contribuir com sua saúde física e emocional?

Uma pesquisa sobre alimentação saudável aponta que uma dieta vegetariana pode contribuir para uma melhora na qualidade de vida, pois quando se opta por este tipo de alimentação, ela reflete diretamente na mente e no bem-estar do corpo.

De acordo com estudos, quem é vegetariano, por exemplo, apresentam três significativas melhoras na saúde e são elas: conseguem viver mais. Possuem melhor equilíbrio emocional e chances menores de beber bebidas alcoólicas.

Uma outra pesquisa realizada pela Universidade da Califórnia de Loma Linda (EUA) revela que adeptos do vegetarianismo apresentam menor probabilidade de doenças crônicas como, por exemplo, diabetes e cardíaca, do que as pessoas que comem carne de animal.

Também revela que este tipo de alimentação pode diminuir até 22% das chances de desenvolver Câncer Colorretal. Esse tipo de Câncer é o segundo mais comum entre as mulheres e o terceiro mais comum entre os homens brasileiros, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

A maioria das doenças são desenvolvidas por diversos fatores:

  • Fatores internos;
  • Fatores genéticos;
  • Fatores ambientais;
  • Fatores de alimentação.

Consumir produtos de origem vegetal ao invés de carne de origem animal e seus derivados, contribui tanto na parte física como na parte de saúde mental.

Ainda segundo Comitê de Médicos pela Medicina Responsável, órgão não governamental dos EUA, averiguou que uma dieta equilibrada vegetariana pode reduzir os sintomas de: ansiedade, fadiga, depressão e melhorar a produtividade.

Essas alterações apresentadas pelo órgão não governamental americano, foram checadas no período de dezoito semana após a adesão a dieta.

Foram mais de cem com a massa corpórea acima de 25 (já com apontando sobrepeso) e duas pessoas previamente diagnosticadas com diabetes participaram do estudo/ pesquisa.

Ela confirmou também que a mudança dos hábitos alimentares e cardápio influência na perda de peso, pois esses participantes perderam cerca de 5kg (em 18 meses) porque a dieta vegetariana apresenta baixa gordura, baixo índice glicêmico e grandes quantidades de fibras.

Tais questões resultam em perda de peso, redução de índices glicêmicos e do colesterol. Ter uma alimentação saudavel contribui ainda para o crescimento de serotonino no cérebro, um dos hormônios responsáveis pela sensação de bem-estar.

Produtos naturais: quais os benefícios?

Para ter uma alimentação mais equilibrada e saudável, além de manter a boa forma e a da qualidade de vida, é criar o hábito de consumir alimentos naturais, crus ou orgânicos.

Os alimentos naturais geralmente são cultivados em um processo de agricultura natural, ou seja, eliminando qualquer presença de agrotóxicos, pois estes produtos naturais não necessitam de nenhum componente químico.

Deixar de consumir alimentos industrializados é um dos primeiros passos para manter a saúde em dia, pois o consumo excessivo desses alimentos processados pode provocar inúmeros problemas de saúde como, por exemplo, náuseas, problemas de pele, asma, entre outros.

O recomendado é consumir mais alimentos naturais, ou seja, comer mais frutas e vegetais todos os dias e, também, desenvolver o hábito de praticar atividade física, pois tal escolha pode influenciar e aumentar a expectativa de vida das pessoas em até doze anos.

Entre seus benefícios, pode-se citar:  equilíbrio da pressão arterial, pois consegue manter os triglicérides em níveis ideais. Controle do colesterol e os níveis de gordura, o que evita a obesidade.

A inclusão desses produtos naturais no cotidiano é de extrema importância para proteger o organismo e auxiliar tratamentos médicos, promovendo equilíbrio no que se refere a e saúde.

Incrementando a dieta para um estilo mais saudável

Para ajudar a ter uma alimentação mais adequada, o ideal é organizar uma lista para fazer uma dieta saudavel e que não tenha (ou quase nulo) o consumo de alimentos processados e industrializados.

Para deixar sua alimentação mais alinhada, segue uma lista ou um guia para implementar no seu dia a dia.

A primeira dica é: tente planejar suas refeições semanais com antecedência, pois essa é a forma mais fácil de organizar suas compras e não deixar a geladeira vazia, evitando o consumo de fast foods ou comida industrializada.

A segunda dica é: não compre tudo que vê pela frente, somente compre o que realmente for necessário para a preparação da sua refeição.

Terceira: se organize por categoria, ou seja, faça uma lista e pegue somente o que precisa em cada seção.

Quarta: não fuja da lista, pois dessa forma pode cair na tentação de comprar guloseimas, o que pode resultar em retorno de um hábito não saudável.

Quinta: prefira alimentos integrais, frescos ou orgânicos, evitando biscoitos, batatinhas e derivados.

Segue alguns alimentos essenciais: alface, abobrinha, brócolis, cogumelos, cenoura (hortaliças), frutas, feijão, grão de bico e proteínas com equilíbrio.

Para obter mais informações, recomenda-se o contato com profissionais especializados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *