Dicas de exercícios físicos para saúde e bem-estar

Já não é segredo para mais ninguém que a prática regular de atividades físicas colabora para a saúde e o bem-estar, melhorando a qualidade de vida das pessoas.

Estudos científicos comprovam que manter o corpo em movimento, por meio dos exercícios, é ideal para evitar doenças cardiovasculares, como infartos, AVCs e derrames, bem como o desenvolvimento de doenças crônicas relacionadas a diabetes, colesterol, entre outras.

Além disso, indivíduos ativos fisicamente têm uma chance menor de sofrer complicações musculares e ósseas, bem como problemas mentais, em comparação com pessoas sedentárias.

Portanto, muito mais do que a famosa perda de peso, os exercícios estão ligados à atividade fisica e saude, por isso, são imprescindíveis para quem deseja ter uma vida longa, enérgica e saudável.

Exercícios físicos para emagrecer e manter a saúde em dia

Apesar dos inúmeros benefícios das atividades físicas, muitas pessoas iniciam os exercícios com finalidade de emagrecimento. Por esse motivo, é importante conciliar um treino que ajude o indivíduo a atingir seus objetivos de maneira saudável, sempre mantendo a qualidade de vida.

Nesse sentido, existem algumas atividades que podem ajudar a emagrecer, tonificar os músculos, além de manter a saúde em dia. Entre elas, destacam-se:

  • As aulas de dança (zumba, axé, forró, entre outros);
  • Os treinos funcionais;
  • As corridas e caminhadas;
  • As aulas de natação.

A prática da dança, como a aula de forró, é uma boa forma de iniciar uma atividade física, principalmente, para pessoas que nunca frequentaram a academia.

Além de ser uma maneira eficiente de perder peso, já que é possível eliminar até 200 calorias por hora, a dança também estimula a liberação de endorfina, colabora para a saúde do coração e alivia o estresse.

Ademais, por ser um ritmo acelerado, o forró é capaz de fortalecer os músculos das pernas, o abdômen e os glúteos – tudo ao mesmo tempo.

A dança também funciona como uma espécie de terapia, pois é indicada para pessoas que desejam fugir dos problemas cotidianos e se divertirem, enquanto praticam uma atividade física.

Já o treino funcional consiste em uma aula mais dinâmica para fortalecimento. Quer dizer que, em vez de fazer exercícios repetitivos nos aparelhos de musculação, a aula simula situações cotidianas, para melhorar a eficiência do indivíduo, a autonomia e a independência.

O grande diferencial do treinamento é a capacidade de trabalhar vários conjuntos musculares ao mesmo tempo.

Os treinos funcionais podem ser feitos em conjunto com exercícios aeróbicos, dependendo dos objetivos de cada pessoa.

No entanto, recomenda-se que esses treinamentos sejam passados por um profissional competente, como o personal trainer particular, que irá adaptar os exercícios, dependendo das limitações de cada aluno.

O trabalho dos personal trainers é de extrema importância, pois exercícios físicos realizados sem a devida orientação podem causar lesões musculares, machucados e outros acometimentos.

Além disso, pessoas com doenças cardíacas e demais enfermidades devem realizar atividades com acompanhamento de médicos e profissionais de educação física.

Ademais, as corridas e caminhadas estão entre as atividades físicas mais praticadas pelos brasileiros. Afinal, elas são ótimas para a perda de peso: com apenas 30 minutos de corrida, é possível perder 270 calorias.

Com a ajuda de personal trainers e treinadores, esse número pode ser ainda maior, dependendo das condições do indivíduo.

Suplementos alimentares fazem bem à saúde?

Quando iniciamos uma atividade física, principalmente em academias, é comum vermos pessoas tomando suplementos alimentares. Essas substâncias podem auxiliar em vários aspectos, principalmente, para quem deseja aumentar a massa magra e emagrecer de forma eficiente.

O whey protein para emagrecer, por exemplo, é um dos suplementos mais populares do mercado. Derivado da proteína do leite, o produto pode ser consumido no pré e pós-treino, além de substituir algumas refeições.

No entanto, para emagrecer, é preciso utilizar o whey protein com parcimônia, para não ter o efeito contrário.

Recomenda-se a ingestão de whey protein para aumentar o gasto calórico, pois quanto mais massa magra no corpo, maior é a queima diária. Além disso, por ser uma proteína, o suplemento colabora com a termogênese, já que a sua digestão requer um maior gasto de energia.

Outra dica é utilizar o whey protein como alimento de substituição, isto é, em receitas que vão produtos calóricos, é possível colocar o suplemento, para uma refeição mais equilibrada e rica em nutrientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *