Tratamentos com agulhas que podem melhorar a qualidade de vida

Nos últimos tempos, mesmo com o crescente avanço da ciência medicinal, alternativas para o tratamento de velhas doenças se popularizaram ao redor do mundo.

Em alguns casos, ocorre uma combinação de saberes ancestrais e técnicas modernas, no que é comumente chamado de medicina alternativa. Entre elas estão os tratamentos com agulhas.

Você conhece os benefícios que a acupuntura oferece?

É assim com a acupuntura. A acupuntura é um método originário da China usado para tratar doenças e aliviar dores.

O procedimento ocorre à base de agulhas, que são colocadas em lugares específicos do corpo e podem curar uma vasta gama de doenças, em uma clinica de enxaqueca até asma.

Na filosofia chinesa, acredita-se que os problemas físicos são derivados de um desequilíbrio entre os opostos, chamados de Yin e Yang.

Eles acreditam que a prática da acupuntura, pode restaurar esse equilíbrio, aliviando dores e curando doenças, beneficiando de diversas formas.

A própria aplicação das agulhas não causa dor, apenas uma sensação de dormência. O equilíbrio também é peça central de outras formas de terapia, como o pilates.

Apesar de ser reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina do Brasil, a acupuntura não é inteiramente comprovada cientificamente como medicina.

Existem três hipóteses sobre como a acupuntura funcionária. Na primeira, acredita-se na existência de canais de energia (ou chakra) que atravessam o corpo e se conectam aos órgãos.

Assim, através da aplicação de agulhas nesses pontos, haveria uma influência no funcionamento do corpo, aliviando dores, como a dor de cabeça.

Na segunda hipótese, as agulhas auxiliam na liberação de endorfina para o corpo, um analgésico natural que aplaca a dor. E na terceira, elas bloqueariam as mensagens de dor enviadas pelo sistema nervoso ao cérebro.

Com as tecnologias modernas, a acupuntura vem se contemporizando, embora sempre segundo os princípios da Medicina Tradicional Chinesa.

Com a adição de recursos, como a eletricidade na técnica chamada de eletroacupuntura, estímulos a laser, cristais, esferas banhadas à ouro e prata, material acrílico com válvulas de pressão e ventosas de borracha.

Sendo uma tradição ancestral de centenas de anos, a acupuntura espalhou-se de diferentes formas pelos países da Ásia, fazendo nascer, por exemplo, o shiatsu.

Uma espécie de massagem feita no Japão, e a auriculoterapia, um procedimento que prioriza a estimulação nos denominados microssistemas do corpo.

Outra forma de medicina alternativa, baseada na pressão de partes específicas do corpo, é a massoterapia. A eficácia do tratamento, varia de pessoa para pessoa, não tendo efeitos específicos.

Acontece o mesmo com outra técnica, o microagulhamento

O microagulhamento, é um tratamento em que são aplicadas agulhas de aço cirúrgico na pele, para aumentar a vasodilatação e a formação de colágeno, essencial para a firmeza da pele.

O microagulhamento, também é chamado de indução percutânea de colágeno ou IPCA, e pode ser usado no tratamento de variadas complicações na pele, entre elas:

  • Flacidez;
  • Rugas;
  • Cicatrizes;
  • Acne;
  • Queimaduras;
  • Estrias;
  • Melasmas.

Muitas vezes, essas agulhas são utilizadas após a aplicação de creme anestésico no local desejado, através de um rolo com cerca de 200 agulhas.

Que perfuram uma camada específica da pele e podem aumentar a absorção de medicamentos diretamente na pele, uma técnica chamada drug delivery.

O microagulhamento alopecia, é o uso de agulhas no couro capilar, para casos de queda no cabelo, como miniaturização.

Sendo o processo de perda de cabelo através do afinamento e encurtamento dos fios e calvície, em que o cabelo já caiu.

Entre as doenças tratadas pelo microagulhamento, está a alopecia androgenética, que é a forma mais comum de calvície em homens e mulheres.

Segundo pesquisas, o treinamento cardiovascular e o alongamento corporal, ajudaram no alívio da dor e na melhora de qualidade de vida dos pacientes com fibromialgia, mas a acupuntura também pode ser uma forma de medicina alternativa.

A síndrome da fibromialgia, se manifesta com a sensação de dor no corpo todo, principalmente na musculatura. Junto com a dor, a fibromialgia acompanha uma gama de outros sintomas.

Que, por si só, podem pertencer a outras doenças, mas a característica mais marcante da pessoa com fibromialgia, é a grande sensibilidade ao toque.

No tratamento de pacientes com fibromialgia, em que o diagnóstico é clínico, ou seja, não são necessários exames, apenas uma investigação do médico.

Os acupunturistas indicam que há uma aparente convergência, entre os conceitos de pontos sensíveis de dor e os pontos da acupuntura tratados com agulhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *