Óleos essenciais para neuropatia diabética

Os óleos essenciais são conhecidos por suas propriedades terapêuticas há muitos anos. Eles são capazes, de fato, de melhorar o bem-estar físico e mental, especialmente na presença de certas doenças como a neuropatia diabética. 

Também é comum usar em um difusor aromatizador para que a inalação ajude o organismo a absorver mais rapidamente as propriedades do óleo. Não é incomum prever o uso de óleos essenciais para neuropatia diabética.

Esta doença é uma complicação grave da diabetes, caracterizada por danos progressivos nos nervos devido aos altos níveis de açúcar no sangue.

 Pode ser assintomática, mas geralmente causa dormência, dor e outros desconfortos nas extremidades. Em casos graves, pode comprometer a saúde digestiva e cardíaca.

O que é neuropatia diabética?

A neuropatia aparece devido a danos nas células nervosas causadas por altos níveis de glicose.

Antes de ver em detalhes como usar os oleos essenciais para a neuropatia diabética, é de fundamental importância esclarecer os conceitos básicos que caracterizam esse problema. 

Como já mencionamos, é uma complicação grave e frequente do diabetes tipo 1 e 2.

Seu início se deve à presença prolongada de níveis elevados de glicose no sangue, principalmente na ausência de controle adequado. 

Como resultado desta situação, os nervos são danificados e as áreas afetadas começam a sentir dor, dormência e muitos outros sintomas que tendem a piorar.

Quando essa condição é grave e prolongada, os pacientes geralmente sofrem lesões e infecções difíceis de tratar. Devido à má cicatrização resultante de altos níveis de glicose, esses casos podem levar a uma amputação.

Neuropatia diabética

O termo “neuropatia” é usado para se referir a vários danos nos nervos. No caso de pacientes diabéticos, podem ser distinguidos quatro tipos principais de neuropatia. É sobre:

  • Neuropatia periférica : esta é a forma mais comum. Afeta principalmente os pés e as pernas, mas também afeta os braços e as mãos.
  • Neuropatia autonômica : afeta o sistema nervoso autônomo. Por esta razão, causa problemas digestivos , doenças cardiovasculares e disfunção sexual.
  • Mononeuropatia : Também conhecida como neuropatia focal. Ocorre quando há dano a um nervo específico ou grupo de nervos, o que causa fraqueza na área afetada. Normalmente, afeta a mão, a cabeça, o tronco e as pernas.
  • Neuropatia proximal : esta é uma forma rara de neuropatia. Muitas vezes afeta os quadris, nádegas e músculos, causando dor súbita e fraqueza muscular.

Para prevenir a neuropatia, é necessário um controle rigoroso da glicose no sangue em pacientes diabéticos.

Pacientes diabéticos estão predispostos a sofrer de uma forma de neuropatia devido aos altos níveis de açúcar no sangue. 

O risco é maior quando o problema não é mantido sob controle por um longo período de tempo. Outros fatores que afetam o seu desenvolvimento são os seguintes:

  • Danos aos vasos sanguíneos devido a níveis elevados de colesterol.
  • Lesões mecânicas, como a causada pela síndrome do túnel do carpo .
  • Maus hábitos, como fumar e beber álcool.
  • Carência de vitamina B12

Sintomas da neuropatia diabética

Os sintomas da neuropatia variam de paciente para paciente, dependendo dos nervos afetados. Na maioria dos casos, os pés são atingidos primeiro, desconfortos como picadas e dores podem ser sentidos. Outras manifestações clínicas são:

  • Sensibilidade ao toque.
  • Perda do sentido do tato.
  • Problemas de coordenação ao caminhar.
  • Adormecimento ou dor nas mãos ou pés.
  • Queimação nos pés, especialmente à noite.
  • Fraqueza muscular.
  • Inchaço ou sensação de plenitude.
  • Náusea, indigestão ou vômito.
  • Diarreia ou constipação.
  • Enjoo ou transpiração excessiva.
  • Distúrbios da bexiga, como esvaziamento incompleto.
  • Secura vaginal.
  • Disfunção erétil.
  • Problemas de visão, como visão dupla.
  • Aumento da frequência cardíaca.

Outra dica natural

Se você procura sempre alternativas naturais para tratar doenças, saiba que a melhor alternativa é preveni-las. 

 

Um método natural além dos óleos essenciais é através do uso de acessórios de âmbar que possuem propriedades naturais capazes de fortalecer o sistema imunológico.

 

Peças como o colar âmbar ou a pulseira de ambar são comuns para esse tipo de cuidado, pois protegem seu corpo contra doenças inflamatórias como dor de garganta ou resfriados.

O que pode ajudar também, é mudar sua rotina de trabalho saindo do escritório tradicional e estressante, e optando por um ambiente mais calmo e descontraído como um escritor compartilhado de coworking com endereço fiscal em Jundiaí ou em outras cidades pelo Brasil. 

 

Teste fazer o uso para ver se funciona para você e não deixe de visitar um médico caso o seu problema se agrave!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *