7 dicas para escolher o melhor distribuidor de frios e laticínios

Entrar em contato com o fornecedor de frios e laticínios é um dos primeiros passos para quem possui uma empresa presente no mercado alimentício, como padarias, lanchonetes e pizzarias, por exemplo.

Geralmente, os alimentos derivados do leite marcam presença em grande parte das composições culinárias e, por isso, é imprescindível que o dono do estabelecimento conte com a distribuidora que forneça todos os produtos, com muita qualidade e pontualidade.

Por essa razão, produzimos uma lista especial com 7 dicas para escolher o melhor distribuidor de frios e laticínios.

Continue com a leitura no próximo tópico e acompanhe cada detalhe.

1. Analise o estabelecimento

Antes de escolher a melhor empresa para fornecer frios e laticínios, é necessário analisar o tipo de negócio. Isso porque o serviço pode variar entre um negócio e outro.

Ou seja, o serviço prestado a uma padaria de médio porte é diferente dos ofertados pelos fornecedores de alimentos para pizzaria, até mesmo por causa da demanda, uma vez que as pizzarias utilizam mais queijo em suas preparações.

Neste sentido, alguns pontos devem ser levados em consideração:

  • Demanda de alimentos derivados do leite;

  • Tipos de alimentos;

  • Em quanto tempo acabam os produtos;

  • Validade de cada alimento.

Ao analisar o funcionamento do estabelecimento, especialmente a demanda, será muito mais fácil definir um fornecedor de frios e laticínios.

2. Tipo de produto oferecido

É preciso ter em mente sobre o tipo de produto oferecido pela distribuidora, algo que pode ser discutido na hora da negociação.

Isso porque existem fornecedores que oferecem alguns tipos de frios, mas pecam na hora dos laticínios e assim por diante.

Neste contexto, é mais que importante por em pauta todas as necessidades da empresa, para definir o que realmente será necessário.

Muitos empreendedores do setor alimentício procuram por distribuidora de frios em campinas, pois necessitam de produtos com qualidade e rapidez de entrega.

Deste modo, ao verificar todos os produtos oferecidos pela distribuidora, é muito mais fácil definir quais serão necessários para cada procedimento culinário dentro do estabelecimento, garantindo mais economia e assertividade nos processos internos.

3. Tempo de entrega

Nos dias atuais, poucos empreendedores perdem tempo indo até os fornecedores de alimentos.

Isso porque, com a automatização de processos, é mais cômodo e prático que as empresas façam as entregas por meio de pedidos online ou telefone.

Além do mais, o processo diminui quase pela metade o tempo de entrega, o que garante ao estabelecimento mais agilidade durante os procedimentos culinários.

Quando a qualidade de um distribuidor de frios e laticínios é colocada em jogo, além do estado de cada alimento, também é necessário analisar algumas variáveis, e o tempo de entrega é uma delas.

4. Marcas distribuídas

Algumas distribuidoras costumam produzir os próprios alimentos congelados, o que acaba sendo mais vantajoso para quem compra em primeira mão.

No entanto, há empresas que realizam a revenda de marcas famosas, podendo ser deveras mais custoso para o empreendedor.

Neste caso, cabe analisar qual dos dois modelos mais vale a pena, pois a qualidade do alimento também deve ser levada em consideração.

Portanto, na hora de contratar a distribuidora, as marcas vendidas pela mesma precisam ser analisadas com cautela.

 

5. Confira as dependências da empresa

Uma dica muito bacana é visitar o local de distribuição para se certificar de que tudo é feito de maneira correta e higiênica.

Afinal, o local trabalha com alimentação e, por isso, todo o cuidado é pouco.

É importante analisar o tipo de equipamento usado em cada processo de distribuição, assim como se as dependências da empresa são higienizadas periodicamente.

Em poucas palavras, todos os aspectos higiênicos precisam estar de acordo com os padrões de limpeza.

Assim sendo, todos os alimentos chegarão com qualidade aprovada.

6. Verifique a concorrência

É óbvio que para escolher o melhor serviço é preciso analisar a concorrência. Isso porque, em alguns casos, o preço de pesagem pode ser diferente.

A princípio, poucos centavos não impactam em nada, mas em grandes quantidades o lucro pode ser bem grande.

Por conta disso, verificar a concorrência é uma das melhores maneiras para garantir um serviço de qualidade e por um preço acessível.

É o famoso custo benefício que, no fim das contas, garante muita economia para o contratante.

7. Validade do produto

Consultar a validade de cada produto é muito importante para que não haja prejuízos, e gastos adicionais desnecessários.

Ou seja, se os alimentos estão próximo do vencimento é necessário tomar cuidado com a periodicidade em que ele será preparado.

Neste caso, optar por alimentos que têm mais saídas, como o queijo mussarela, por exemplo, é a melhor alternativa para não haver desperdícios.

Ao seguir as dicas mencionadas neste artigo, escolher a melhor distribuidora de frios e laticínios ficará muito mais fácil e econômico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *