Cuidados com as plásticas em excesso

Os cuidados com as plásticas em excesso surgem como um tema necessário diante de tantas discussões e problemas vistos nos últimos anos.

Afinal, muitos consideram os procedimentos como simples demais e acabam recorrendo a ele diante de qualquer insegurança ou mesmo procurando clínicas que não são tão confiáveis assim.

Diante disso, é essencial entender alguns cuidados que podem garantir que a sua vida seja preservada ao máximo bem como que você evite erros e complicações médicas.

Vamos lá?

1. A escolha do hospital ou clínica

Para começar, é importante ter em mente que qualquer procedimento que envolve algum tipo de anestesia, corte, suturas e outras não podem ser feitos em qualquer lugar.

Ao contrário do que algumas pessoas imaginam, mesmo o menor corte e até mesmo uma anestesia local requerem profissionais capacitados e ambiente controlado.

Em outras palavras, é preciso escolher com cuidado o local onde você vai realizar qualquer tipo de tratamento estético.

Assim, a regra básica é que todo procedimento cirúrgico, como aqueles que incluem anestesia, só podem ser realizados em hospitais.

Já alguns procedimentos mais simples, como botox, podem ser feitos em clínicas especializadas.

Porém, na hora de escolher a sua, certifique-se de que ela possui um registro através do número de identificação.

Além do mais, converse sobre a especialização da equipe de apoio, como quem possui um curso de primeiros socorros.

Caso desconfie da clínica ou de algum profissional, denuncie.

2. Os cuidados com as plásticas em excesso incluem uma conversa com o médico responsável

Muitas vezes, quem procura uma clínica ou hospital para realizar um tratamento estético não sabe exatamente o que quer fazer.

Ou seja, você sabe que quer mudar e que quer se sentir melhor ou mesmo corrigir alguma coisinha, mas pode não saber o que ou como.

Dessa forma, é essencial conversar com o médico responsável pelo tratamento de maneira antecipada, como uma pesquisa mesmo.

Assim, você pode ir em diferentes locais, expor a sua ideia ou desejo e ver qual é o retorno que o médico oferece.

Neste cenário, é importante destacar que existem dois grandes grupos de profissionais: aqueles que querem fazer o básico e aqueles que querem fazer o extraordinário.

O básico se refere a atender ao seu desejo da melhor maneira, focando em um equilíbrio de pensamentos.

Já o extraordinário, é aquele que indica mais procedimentos do que aqueles que você procurou e que parece encontrar “defeitos” a serem corrigidos.

Assim, fuja desses médicos “extraordinários” e opte pelo básico.

Sempre que um profissional começa a dizer mais e mais coisas que você deveria fazer, principalmente quando não se trata de algo urgente, significa que ele está mais preocupado com o próprio lucro.

Logo, não é a melhor escolha.

A dica é avaliar como é o tratamento oferecido, antes e depois da cirurgia, quais as recomendações e como ele explica tudo a você.

Afinal, você vai passar por uma cirurgia e precisa de orientação adequada.

3. Avaliação de desejo x possibilidades

Entre os cuidados com as plásticas em excesso, está a contínua necessidade de colocar na balança aquilo que você quer e o que pode ser feito.

Portanto, o que acontece muito é que alguns pacientes veem a cirurgia como uma resposta milagrosa, como se todos os problemas fossem desaparecer.

Mas não vão.

Ou seja, essa avaliação entre desejos e possibilidades precisa ser feita de maneira cuidadosa, entre paciente, médico e até mesmo a família.

Enfim, se você estiver pensando em fazer qualquer tratamento estético, converse com alguém que seja da sua confiança e veja o que essa pessoa tem a dizer.

Faça o mesmo com o médico, para entender melhor o que isso significa para o seu corpo e saúde.

Se preciso, converse com um terapeuta para entender o que você espera com essa cirurgia.

Por fim, em relação ao médico, é preciso ter cuidado com a ideia de que o profissional pode resolver todos os problemas ou chegar a algo perfeito.

Isso porque, cada procedimento é único, não sendo possível copiar o resultado de outro paciente.

Ou seja, não há como escolher o resultado a partir de um menu, mas sim a partir da análise da sua estrutura.

4.Entenda o pré e pós-operatório

Entre os cuidados com as plásticas em excesso está a normalização do pré e pós-operatório em relação ao resultado.

Em outras palavras, você deixa de se preocupar com todos os riscos, cuidados e limitações porque foca apenas no resultado final.

Entretanto, a verdade é que existem muitos cuidados essenciais que precisam ser avaliados antes de escolher uma clínica, hospital ou profissional.

Dessa forma, converse com outros pacientes para ter uma ideia do que esperar, tenha uma conversa com o seu médico e até mesmo com as pessoas mais próximas.

Afinal, você vai precisar de alguma ajuda depois da cirurgia, sendo preciso ter pessoas que possa ser a sua rede de apoio.

5. Cuidados com as plásticas em excesso incluem manter os pés no chão

Por fim, um dos cuidados básicos que vão além da equipe ter um curso de primeiros socorros, é manter os seus pés sempre no chão.

Em termos simples, existe muito glamour em torno das cirurgias plásticas, resultado da constante pressão estética do mundo.

Porém, além de não ser algo recomendado para todos, algumas pessoas insistem em dizer o quanto fazer a cirurgia é ótimo, tranquilo e simples.

O que é uma mentira.

Qualquer cirurgia, seja ela plástica ou não, envolve riscos, cuidados e muita calma para chegar a um resultado final positivo.

Ou seja, esperar demais, achar que o cirurgião é alguma fada madrinha ou mesmo que toda a sua vida vai mudar após e cirurgia, é um grande erro.

E é justamente por isso que acontece os excessos, devido a essa busca pela perfeição, pela resolução de problemas, por uma vida igual a que se vê nas redes sociais, mas que não existe de verdade.

Na dúvida, não faça e comece a cuidar mais da sua mente e corpo em primeiro lugar.

Enfim, você ainda tem alguma dúvida?

Comenta aqui embaixo para que eu possa ajudar você ou aproveite e compartilhe a sua experiência com nossos leitores.

Grande abraço e até a próxima página!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *