7 benefícios das cintas e faixas abdominais

É comum acompanharmos nos veículos midiáticos e nas redes sociais, histórias de mulheres em busca de emagrecimento ou de uma silhueta mais afinada.

A tentativa de alcançar os objetivos desejados ocorre por meio de diversos meios, sendo dois deles bastante comuns: a recorrência a cirurgias estéticas e a prática de atividades físicas.

Em ambos os casos, as cintas e faixas abdominais são recursos que podem auxiliar no cumprimento dessas metas.

Em 2015, o Brasil era o 2º país no mundo que mais realizou cirurgias plásticas, sendo superado apenas pelos Estados Unidos, de acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (Isaps).

Atualmente, já estamos à frente da nação norte-americana, tendo realizado cerca de 90 mil intervenções cirúrgicas relacionadas a estética em 2017.

Ainda segundo dados da Isaps, a cirurgia estética mais requisitada pelas brasileiras seria a lipoaspiração, que consiste na remoção do excesso de gordura da região abdominal, e que, em geral, é realizada conjuntamente com a abdominoplastia, procedimento cirúrgico que retira o excesso de pele resultante do procedimento de lipoaspiração. ]

Concluídas as intervenções estéticas, o pós-operatório exige a utilização de uma Cinta pos cirurgica, de uso também recomendado para pós-partos.

Já a faixa abdominal feminina, também chamada de faixa de compressão abdominal, é comumente utilizada durante a realização de exercícios físicos pelo fato de comprimir a respiração e estabilizar a região lombar da coluna.

Modelos de cintas e faixas abdominais

Há variados modelos de cintas que buscam atender a distintas necessidades:

  • De pernas acima da linha do joelho;
  • De cintura baixa e sem pernas;
  • De cintura alta e sem pernas;
  • De busto;
  • Com zíper;
  • Com velcro.

A requisição de pernas e a altura da cintura dependerão do tipo e da extensão da cirurgia realizada, enquanto a cinta de busto é ideal para mulheres em período de amamentação.

Além disso, a cinta abdominal com velcro ou com zíper é bastante prática por permitir sua fácil retirada, como por exemplo durante idas ao banheiro.

Vale lembrar que a Cinta pos cirurgica preço variável de acordo com cada modelo.

Devido aos impactos corporais e à diferença de modelagem, a adoção de cintas e faixas não deve ser feita sem a consulta prévia a um profissional de saúde.

Confira agora 7 benefícios das cintas e faixas abdominais

01) Facilitam a cicatrização

O tempo de utilização das cintas abdominais é variável a depender do tipo de cirurgia realizada, assim como também o modelo de cinta pós cirurgica lipoaspiração e outras intervenções.

Seu uso serve também para proteção das regiões em que os pontos cirúrgicos estão localizados, evitando atrito e possíveis ferimentos nos pontos em cicatrização, e por essa razão, são recursos também indicados para mulheres que foram submetidas a cesáreas.

02) Evitam sangramentos

Pelo fato de encobrirem as áreas em processo de cicatrização, acabam também por evitar sangramentos, formação de coágulos e manchas na pele.

03) Melhoram a circulação

A compressão gerada pelas cintas promove uma melhor circulação sanguínea, o que evita ou reduz inchaços, muito comuns em pós-operatórios e em situações de alteração no sistema linfático.

A melhora circulatória também contribui para a gradativa sensibilização da pele, vantagem uma vez que é também esperado que pacientes pós-cirúrgicos percam temporariamente parte da sensibilidade nas regiões afetadas pela intervenção médica.

04) Estimulam a melhora da postura

Tanto as faixas como as cintas comprimem a região da coluna, estimulando a manutenção de uma postura ereta.

O bom posicionamento corporal faz-se necessário durante a prática de atividades físicas e, também, após intervenções cirúrgicas no abdômen, pois uma postura curvada gera dobras na pele que podem provocar a abertura dos pontos em cicatrização, ocasionando sangramentos e infecções.

05) Impedem a má formação cutânea

Uma vez que melhora a postura corporal e evita ou reduz o surgimento de dobras cutâneas, as cintas evitam a formação de nodulações e de cicatrizes.

06) Moldam um novo contorno temporariamente

Ainda que haja controvérsias entres os profissionais da saúde, as cintas e faixas são largamente utilizadas para formação temporária de silhueta, por definirem a cintura e comprimir o tecido adiposo, aparentando redução de medidas.

07) Auxiliam na prática de atividades físicas

Antes de tudo, é importante ressaltar que para a prática de exercícios físicos, tanto os aeróbicos quanto os de musculação, a cinta de lycra não deve ser utilizada pelo fato de afetar a movimentação dos músculos acionados.

Assim, durante a prática de atividades físicas, a faixa abdominal feminina com velcro, em couro, pode ser adotada por comprimir a região lombar da coluna, provocando uma boa postura corporal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *