Quais os melhores tipos de máscara facial?

Para saber quais os melhores tipos de máscara facial, é essencial conhecer mais sobre esse produto que vem ganhando espaço nos banheiros de homens e mulheres.

Então, pegue agora mesmo o seu bloquinho de notas para anotar algumas dicas de como fazer a sua escolha e começar um cuidado extra com a pele.

Inclusive, para isso, é interessante pensar nos diferentes tipos de pele e como cada máscara pode ajudar você o ano todo.

Vamos começar?

Máscaras faciais – Várias opções para cada finalidade

A princípio, é válido destacar que existem diversos tipos de máscaras para a pele e isso não significa exatamente que uma seja melhor que a outra.

Isso porque, cada uma das máscaras possui componentes diferentes e, como resultado, oferecem um tratamento diferente.

Portanto, não basta escolher a máscara apenas porque achou a cor bacana ou mesmo porque alguém indicou.

É preciso analisar exatamente para que serve aquele tipo de máscara, se é ideal para a sua pele e também as recomendações de uso.

Geralmente, as máscaras mais conhecidas atualmente se dividem em dois grandes grupos: aqueles de potinhos que você compra em diversas redes e as argilas.

As argilas foram difundidas como opções mais naturais, mas não se engane, todos os produtos precisam ser pensados para a pele.

Portanto, a recomendação é nunca escolher máscaras que você não tem acesso a composição ou que sejam duvidosas, valendo também para algumas receitas caseiras.

Afinal, muitas dessas receitas podem não ter nenhum efeito sobre a pele e ainda causar problemas, como secura, manchas e aumento nas espinhas e cravos.

Então, todo o cuidado é pouco.

Quais os melhores tipos de máscara facial – Conhecendo a pele

Agora, é chegada a hora de conhecer os tipos de pele e, com isso, conhecer também as melhores opções de máscara.

Porém, não se esqueça, aqui separamos apenas algumas dicas, mas você pode encontrar várias outras no mercado.

Sendo assim, a recomendação é avaliar o seu tipo de pele e buscar por opções que possam favorecer essas características.

Inclusive, esse está entre os principais tópicos estudados nos cursos online de estética.

Pele oleosa:

As peles mais oleosas estão entre as que mais recebem reclamações, já que as chances de ter espinhas e cravos são maiores.

Em síntese, as principais características desse tipo de pele são a quantidade de óleo natural, principalmente na região “T”, brilho e os poros abertos.

Para manter a sua pele mais saudável e ainda controlar essa oleosidade, a dica é sempre escolher máscaras que tenham ativos vegetais.

Logo, o foco são máscaras que eliminam as impurezas, tem ação anti-inflamatória e reduz os poros.

Exemplo disso são as máscaras com carvão ativado.

Outras opções incluem a máscara de argila verde, roxa, com ação detox e com vitamina C.

Então, na hora de fazer a sua compra, analise a composição e também se a máscara é ideal para peles que têm mais óleo e poros mais abertos.

Peles com manchas – Quais os melhores tipos de máscara facial?

As peles manchadas são as que mais entram em dúvida na hora de escolher produtos.

Afinal, existem itens que podem aumentar ainda mais a diferença no tom de pele, deixando as manchas ainda mais evidentes.

Da mesma forma, essas peles podem apresentar pontos mais secos e outros mais oleosos.

O que também levanta uma série de perguntas.

Vale destacar que a maior parte dessas manchas aparecem ao longo do tempo, devido ao sol.

Por isso, além das máscaras, fique atento à proteção facial constante.

A dica para escolher a sua máscara, é sempre optar por aquelas que tenham na sua composição as vitaminas A, C ou E.

Dessa forma, também escolha aquelas que têm ação clareadora, como as máscaras pratas, que melhoram a circulação.

Outras opções incluem a argila branca, de chocolate e a de porcelana.

Peles secas:

As peles mais secas são aquelas que, quase sempre, recebem uma dose maior de cuidado, com hidratantes.

Isso porque, aqueles que têm o tecido mais seco, podem apresentar descamação, desconfortos ou mesmo uma sensação de pele muito sensível.

Por terem menos elasticidade, pessoas com pele mais seca também apresentam mais linhas de expressão.

Sendo que o cuidado contínuo é a melhor maneira de evitar o envelhecimento precoce.

Pensando nisso, você deve escolher máscaras que sejam capazes de repor os nutrientes na pele e também que mantenha a pele menos seca.

Inclusive, um cuidado importante é sempre manter a pele mais hidratada, em todas as estações do ano, e ter um cuidado extra com excesso de sol, vento ou frio.

E quais os melhores tipos de máscara facial?

Bom, o ideal são aquelas de hidratação profunda e com minerais na composição.

Como as de argila violeta, amarela, ouro e com ativos como aloe vera, macadâmia, amêndoas e outros.

Quais os melhores tipos de máscara facial – Variações

Agora que você já conhece algumas das melhores opções, vale a pena conhecer algumas variações.

Geralmente aprendidas no curso de limpeza de pele.

Em primeiro lugar, temos a chamada peel off.

Essas máscaras costumam ser líquidas, passando uma camada fina sob a pele que forma uma película e capazes de limpar e tonificar.

Em segundo lugar, temos as máscaras chamadas de sheet mask.

Vindo do mercado coreano, essas máscaras vêm prontas, parecendo um tipo de lenço de papel que é colocado sobre a pele, no formato do rosto.

É comum que tenha uma textura mais líquida e cremosa, não formando película e sem mudar a consistência.

Em terceiro lugar, temos as máscaras que se caracterizam como creme.

Ou seja, são todas as outras, como as argilas e aquelas que parecem um tipo de gelatina.

A grande vantagem dessas é que os potinhos costumam ser maiores e, como resultado, uma compra resulta em várias aplicações.

Dessa forma, entre os melhores tipos de máscara facial, é essencial escolher aquele ideal para o seu tipo de pele.

Na dúvida, vale a pena conversar com um profissional e pedir uma recomendação.

Por fim, você ainda ficou com alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto?

Comente aqui embaixo ou aproveite para compartilhar as suas dicas com nossos leitores ou mesmo a sua experiência com algumas máscaras.

Grande abraço e até o próximo post!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

Como aprender a fazer uma limpeza de pele de qualidade

práticas saudáveis

Limpeza de pele, aí está um dos principais tratamentos de estética a ser considerado na hora de preparar um visual novo. Não é de hoje que a prática vem sendo feita, mas com certeza aprendemos muito desde seu início.

Antes o processo era um pouco mais rudimentar e quase inteiramente manual. Entretanto, a tecnologia tem permitido criar alguns produtos e ferramentas que facilitam um pouco o procedimento.

Ainda assim, a maior parte da tarefa principal é feita de modo tradicional. Se você quer um rosto limpo, vai ter que espremer, apertar, e fazer outras coisas desconfortáveis.

Um curso de limpeza de pele pode sem dúvida auxiliar e muito a carreira de esteticistas. Porém não podemos esquecer o valor de aprender constantemente algumas dicas práticas com quem entende do assunto.

Hoje estou trazendo aqui as principais dicas sobre como fazer uma limpeza de pele ideal. O objetivo é dar um norte para que você consiga ser reconhecida como uma profissional da prática.

Lembrando que o tratamento perfeito só pode ser executado através de profissionais certificados. Acredite você ou não, mas uma execução errada neste procedimento pode significar uma ou outra infecção bem difícil de lidar. 

Então dê preferência para quem tiver algum certificado na área. 

Mas se você quer realizar tudo em casa com bastante higiene, basta seguir estas dicas aqui:

Como aprender a fazer uma limpeza de pele de qualidade

Lembre-se, cada um é cada um. Nenhuma pele é exatamente igual a outra, mas elas costumam se encaixar em perfis padronizados.

Vou falar dos tipos diferentes de cada uma mais à frente, meu foco agora é na preocupação com reações alérgicas. Sempre antes de passar um produto, mesmo que seja de uso tópico, a ideia mais segura é passar uma pequena quantidade nas costas das mãos e esperar para ver se seu corpo reagirá bem.

É bem difícil ocorrer uma reação muito problemática, até porque os produtos relacionados à cosmética são extensamente testados antes de saírem para as prateleiras.

Mas em todo caso uma pequena, porém considerável, parte da população ainda pode ter problemas. Esses problemas variam desde coceira, incômodo ou vermelhidão no local aplicado, até mesmo choques anafiláticos graves.

Então se for alérgico a alguma substância não insista! Isto pode ser um risco desnecessariamente grande para se enfrentar.

1 – Descubra o seu tipo de pele

Quando falamos de tipo de pele não estamos debatendo sobre a cor ou tonalidade, mas sim sobre a textura. Algumas pessoas possuem a pele neutra, que não é nem seca e nem oleosa, enquanto outras podem ter problemas variados.

As peles oleosas costumam ser mais castigadas com as espinhas, já as secas sofrem feridas ou mesmo não entregam nenhum tipo de brilho.

O importante de descobrir a textura é entender exatamente quais produtos serão utilizados no processo de limpeza de pele. Afinal de contas o que resolve o problema não é o tratamento pontual, mas atitudes diárias de cuidado.

Então máscaras para o rosto, balms e séruns de vitamina C podem ser exatamente aquilo que você procura para alcançar resultados ideais.

Colocar, por exemplo, um creme hidratante umidificador em uma pele oleosa agravará a maioria dos problemas, podendo até levar à geração de novas acnes. Utilizar uma máscara facial com efeito matte, também conhecido como efeito secante, seria o ideal.

2 – Comece a limpeza de pele com um sabonete para o rosto

Sabonetes para o rosto são produtos extremamente delicados e finos, preparados exatamente para lidar com a pele mais exposta. Entenda que cada parte do corpo é revestida por uma camada de pele, mas estas camadas não são igualmente protegidas.

Partes que estão na vanguarda do corpo, como o rosto, costumam receber uma dose maior de sujeira e radiação solar. Mas ainda assim não se dá muito bem com produtos abrasivos.

E os sabonetes para lavar o corpo em geral não sabem tratar a região da face do jeito merecido.

Então comece todo o procedimento da limpeza de pele utilizando uma lavagem com sabonete especial e uma água morna para quente.

Lembre-se que isto irá ajudar a abrir os poros e retirar as impurezas que estiverem sobre a superfície da pele.

3 – Inicie o processo

Em um curso de limpeza de pele você terá as principais informações, métodos e ferramentas. Mas o que você pode fazer neste momento é por exemplo espremer cravos e espinhas.

Este é um dos meios de remoção mais eficazes, embora seja muitas vezes doloroso. Se o trabalho de abertura de poros foi feito de maneira delicada e se você consegue fazer tudo com calma, não haverá problemas.

Mas claro, evite colocar força demais, e se tiver conhecimento técnico suficiente utilize a ajuda de uma agulha esterilizada para aliviar a pressão.

Lembre-se, se a sua situação for uma infestação de acnes, o ideal mesmo é correr para um profissional. Principalmente um dermatologista, que pode encontrar a raiz do problema.

Não basta retirar as infecções mais aparentes. Principalmente os cravos, que são causados por seres minúsculos.

4 – Feche os poros e faça uma tonificação

Após fazer uma limpeza realmente profunda está na hora de iniciar o processo de fechamento dos poros. Se necessário utilize leite de rosas ou outro produto sanitizante junto de um pouco de algodão. 

Isto ajudará a evitar que alguma possível sujeira fique dentro dos poros que serão fechados. Ocasionando uma nova infecção.

Então basta lavar o rosto com água fria e limpa em abundância. Este é o melhor procedimento que você conseguirá encontrar por aí.

Uma loção tônica ajudará a pele a melhorar a qualidade da proteção natural.

Conclusão

Este é um ritual que pode ser feito diariamente, mas quem não tem tempo devido a uma rotina agitada, pode também fazer o seu melhor através de uma escolha inteligente com períodos intercalados.

Utilizar um protetor solar específico é ideal para que você também previne muitos problemas. Sendo assim não faça corpo mole, dê o seu melhor.

Evite produtos falsificados ou de marcas duvidosas, o preço que você pode acabar pagando é muito alto.

No mais é isso, qualquer dúvida é só chamar!