Boxe: 5 motivos para começar a praticar o esporte

Boxe-5-motivos-para-começar-praticar-o-esporte

Mude seu treino e você verá automaticamente o progresso.

Os treinos são como um novo emprego ou parceiro: no início há muita emoção, mas você logo entra em uma rotina regular. Você conhece e ama essa rotina, mas a segue tão impensadamente que às vezes é hora de mudá-la.

Adicionar boxe ao seu treino é exatamente o que você precisa e uma ótima maneira de melhorar continuamente seu condicionamento físico. Aqui estão 5 motivos pelos quais você deve começar a lutar boxe hoje:

1. O desenvolvimento de uma habilidade dá propósito ao seu treino

Praticar qualquer tipo de condicionamento físico de maneira adequada é bom, mas o boxe e o kickboxing são artesanais. Você não apenas entra em forma, mas também aprende todos os tipos de habilidades.

Além disso, você pode prestar muita atenção à sua aparência com exercícios físicos, o que pode levar a uma obsessão doentia com relação à sua imagem corporal. Concentrar-se no que seu corpo pode fazer por meio do boxe, em vez de no que parece, pode tornar seu treino mais saudável, tanto mental quanto fisicamente.

2. O boxe é esporte interessante

Ficar em pé em uma esteira ou fazer os mesmos levantamentos pela enésima vez pode deixá-lo entediado. Com o boxe, você não olha para o relógio há quanto tempo lhe resta. É preciso concentração e foco, mas você não vai perceber o quanto seus músculos estão queimando até o fim. Mas lembre-se de usar o tênis adequado para o esporte, em hipótese nenhuma use um sapatenis

3. O treinamento de boxe ajuda a aumentar a confiança

Além de perceber um aumento em sua preparação física e habilidade de luta, você também notará uma diferença em sua confiança. Dominar as combinações de boxe rápido dá a você um aumento de confiança.

Assim como aprender a andar de bicicleta ou ficar em pé em uma prancha de surf pela primeira vez, há uma satisfação que você não pode obter com algo tão simples como levantar pesos.

4. O boxe é o esporte número um para desenvolver seu condicionamento físico total

Sim, você leu certo. A pesquisa mostra que o boxe requer mais preparo físico. O boxe foi escolhido entre 60 esportes diferentes por seu alto nível de habilidade em áreas como resistência, velocidade, agilidade, força e coordenação motora.

5. O boxe é o esporte favorito para os atores de Hollywood que buscam ir de fit para mega-fit

Basta olhar para Jake Gyllenhaal em Southpaw, Michael B. Jordan em Creed e Hilary Swank em Million Dollar Baby. Esses atores são a prova de que o boxe transforma completamente o seu corpo quando combinado com a nutrição certa.

Embora não faça mal tirar inspiração disso, fique de olho nas proporções. Veja as pequenas mudanças em seu corpo como um bom efeito colateral, e não como seu foco principal.

Não há nada de errado em querer ter uma boa aparência, todos nós queremos isso. Mas se ficarmos tão obcecados com isso a ponto de começarmos a prejudicar nossos corpos, é hora de dar um passo para trás.

Musculação para Emagrecer e Auto-Estima

Em busca do melhor conjunto de atividades para perda de peso, a escolha do exercício físico ideal consome boa parte das tomadas de decisão do novo estilo de vida. Mas somente os exercícios físicos, são o suficiente para emagrecer?

Juntamente com a dieta prescrita, a combinação com exercícios é a mais conhecida maneira de se queimar calorias indesejadas e perder peso. Mas qual atividade física escolher? 

Com tantas opções de atividades físicas e tantas nomenclaturas que é difícil escolher o que e como fazer, mas você pode escolher, com o qual você mais se adapta ou mais goste. 

Muitas pessoas aderem à musculação como a solução para o dilema entre um exercício e outro; afinal, com garotos-propaganda tão sarados dá a impressão que a musculação realmente é o caminho do emagrecimento e de um corpo forte, chega a ser tentador partir exclusivamente para a musculação.

Praticar unicamente a musculação pode não ser a melhor alternativa para algumas pessoas, o interessante é intercalar entre musculação e aeróbico, pois o que ela faz em linhas gerais é aumentar a chamada massa magra, que são os músculos com baixo ou nenhum percentual de gordura, mas que queimam calorias naturalmente. 

Por isso mesmo, atletas de musculação, aliam musculação pesada com exercícios aeróbico, como esteira, caminhada, para que assim o metabolismo acelere e queime calorias, além de melhorar a saúde cardiovascular.

O que a musculação faz para colaborar para a queima de calorias, além de obter ganho de massa magra, é justamente aumentar a taxa metabólica corporal, fazendo o corpo gastar muito mais calorias. 

Por exemplo, durante uma sessão de musculação puxado, o organismo inicia um processo hormonal no corpo, chamado de gliconeogênese, que é o processo, onde o fígado produz glicose através da quebra de gordura muscular e de proteínas. 

Os músculos acostumados com os exercícios, aumenta em média 12% na taxa do metabolismo, o que resulta em perda de cerca de 15 a 20 calorias por dia. É claro que isso não é milagre e exige tempo e esforço ao longo prazo; é trabalho duro aliado a uma dieta adequada ao seu biotipo, porem, é nesse intervalo de tempo que muitas pessoas desistem da musculação, pois querem um resultado imediato.

Uma dica importante é, antes de iniciar qualquer atividade física, consulte seu médico e faça testes de avaliação cardiovascular e motora, ou então, comece bem devagar, até seu corpo ir acostumando com os exercícios.

Emagrece, melhora a saúde e melhora a auto-estima

Por muito tempo, a aeróbico era o único queridinho para o emagrecimento, deixando a musculação, apenas para quem quisesse ganhar massa magra. 

O tempo e pesquisas sérias vieram colocar as coisas em seus devidos eixos, além dos resultados obtidos pelos praticantes da musculação, dando aos exercícios aeróbicos (corrida, pedaladas) e anaeróbicos (musculação) os devidos valores no processo de emagrecimento.

Musculação e exercícios aeróbicos

Os exercícios aeróbicos são extremamente eficientes para perder peso e se alinhados com a musculação, tem resultados potencializados, além de aumentar a eficiência das funções cardiorrespiratórias. O problema é que a queima de gordura significativa acontece apenas enquanto se exercita.

A prática dos 2 tipos de exercícios no emagrecimento, ajuda a transformar gordura em massa magra, diminuindo a porcentagem de gordura corporal transformando-a em energia, mesmo depois do término da atividade física. 

Acompanhe:

  • A musculação, tem o gasto gasto calórico próprio dos músculos, fazendo com que o músculo obtenha energia dos estoques de gordura, mesmo após o fim da sessão, chamado de gliconeogênese.
  • O ganho de massa muscular, gera um aumento do metabolismo do organismo, fazendo o corpo consumir mais calorias.
  • Emagrecer é o ato de perder gordura e não perder peso na balança. Portanto, se uma pessoa com 100 quilos começa a praticar exercícios físicos e ganha músculo, porem perde gordura e mantem o peso, significa que a porcentagem do peso que era de gordura, agora é uma porcentagem maior de massa muscular magra. Essa pessoa deixou de ser obesa e tornou-se realmente forte e mais saudável.

Além disso, a musculação aliada com aeróbico traz diversos benefícios para o homem e para a mulher, dentre eles:

  • Regula a pressão arterial;
  • Melhora a saúde cardiovascular;
  • Diminui a ansiedade;
  • Melhora a saúde e fertilidade do homem e da mulher (qualidade e quantidade de sêmen)
  • Melhora a saúde dos ossos;
  • Dentre outros.

Musculação para emagrecer funciona?

Funciona sim, e é recomendado a prática, em conjunto com os exercícios aeróbicos. O equilíbrio entre anaerobico e aerobico é fundamental para emagrecer e chegar ao resultado esperado, ou seja, a queima de gordura.

QUEDA DE CABELO: COMO PREVENIR E MELHORAR

A queda de cabelo afeta muitas pessoas, inclusive ela é um dos sinais que o corpo precisa de cuidados que envolvem práticas saudáveis com a saúde física e também psicológica.

Um dos efeitos da queda de cabelo é a alopecia (calvície), que atinge tanto os homens quanto as mulheres, deixando falhas na região do couro cabeludo. A solução para esse problema são os tratamentos com medicamentos e implantados capilares, saiba mais sobre as técnicas.  

Às vezes, é possível evitar o problema com pequenas atitudes que mudam a nossa rotina diária, principalmente relacionado a escolha dos produtos capilares ideais para o tipo de cabelo e forma de cuidados com as madeixas.

Abaixo selecionamos algumas dicas de como prevenir e melhorar a condição dos seus cabelos, de forma que, diminuam a queda capilar mantendo os fios saudáveis.

Invista em uma alimentação saudável todos os dias

Não só para a queda de cabelo, mas investir em uma alimentação saudável ajuda e muito, a saúde como um todo. Contribuindo com a prevenção de doenças e relacionadas à saúde mental.

Algumas dietas podem enfraquecer os fios resultando na queda, principalmente quando estão relacionadas a deficiência de vitaminas, nutrientes e minerais que deixam os cabelos mais fracos.

A falta de ferro no organismo, por exemplo, afeta o aspecto brilhoso e firme dos fios, em decorrência da falta de oxigênio nos folículos capilares. Já a falta de zinco, responsável pelo fortalecimento dos fios, pode resultar na quebra dos cabelos pela raiz.

Cuide da sua saúde mental adotando boas práticas

O estresse também pode ser um causador da queda de cabelo, onde os fios podem cair pela raiz causando falhas no couro cabeludo.

Com períodos de tensão o organismo diminui a produção de hormônios de bem-estar que também estão relacionados à saúde e beleza dos fios.

Portanto, em caso de estresse por longos períodos, o mais aconselhável é procurar ajuda de um profissional para ajudar a combater os altos níveis de irritabilidade. 

Adote boas práticas de cuidados com seus cabelos

Além de uma boa alimentação, cuidados com o corpo e saúde mental, é essencial que você adote boas práticas de cuidados com seus cabelos.

Atitudes como lavagem em água muito quente, uso de secador e chapinha sem proteção são alguns dos riscos que resultam na queda de cabelos.

Além disso, se você observar uma queda conceituada dos fios, utilize produtos capilares específicos, pois melhoram a circulação sanguínea do couro cabeludo, ativa o crescimento dos fios e combate a queda em excesso.

Outras atitudes como apostar em tratamentos para caspa, não deixar os cabelos presos por muito tempo e lavar frequentemente também ajudam no combate à queda.

Os cuidados com os cabelos não envolvem apenas a aplicação de produtos de qualidade e específicos para seu tipo de fio, mas também, investir em boas práticas diárias que evitam problemas como a queda, o aspecto poroso e sem brilho das madeixas.